materia3_laboratorio_odontologia1.jpg

G1 – Laboratório de Odontologia da Unifor completa 15 anos … – Globo.com


Professora Eveline Turatti é uma das responsáveis pelo Laboratório de Anatomia Patológica Bucomaxilofacial da Unifor (Foto: Ares Soares/Unifor/Divulgação)Professora Eveline Turatti é uma das responsáveis pelo Laboratório de Anatomia Patológica Bucomaxilofacial da Unifor (Foto: Ares Soares/Unifor/Divulgação)

O Laboratório de Anatomia Patológica Bucomaxilofacial, do curso de Odontologia da Unifor, completa 15 anos em agosto de 2017. O espaço foi o primeiro laboratório universitário de patologia bucal, algo significativo para a consolidação desta especialidade na Odontologia cearense. Durante esse período, para mais de 12 mil casos foram emitidos laudos histopatológicos.

A professora Roberta Barroso, uma das responsáveis pelo laboratório, destaca que o diferencial do espaço é a sua abrangência. “O laboratório não atende apenas a demanda da Unifor. Ele é aberto ao público, gratuito e é o único que recebe casos de todo o Estado, devido ao convênio que temos com a Secretaria de Saúde do Ceará e com a Prefeitura Municipal de Fortaleza”, afirma.

Dispondo de uma rotina bem estabelecida, o laboratório consegue fornecer os resultados em período curto, de uma a duas semanas. Isso é importante para que o paciente seja encaminhado de forma rápida para o devido atendimento, principalmente em casos de neoplasias malignas (câncer).

A professora Eveline Turatti, outra das responsáveis pelo laboratório, explica os caminhos disponíveis para o paciente ser atendido. “Ele deve procurar o setor de triagem ou ser encaminhado por algum cirurgião-dentista ou centro especializado. A triagem funciona durante todo o semestre letivo e a consulta pode ser agendada por telefone”. O paciente deve portar identidade e comprovante de residência para que seja feito o cadastro.

Os atendimentos também se revertem em vantagens para os alunos da Unifor. “Os estudantes de graduação têm a oportunidade de acompanhar os casos atendidos na clínica desde o diagnóstico até o laudo, inclusive realizando cirurgias”, explica a professora Roberta. “Por meio disso, criamos um banco de dados muito grande que podemos mostrar em sala de aula. Se não dispuséssemos disso, teríamos que comprá-lo”, complementa a professora Eveline.

Os alunos de graduação e pós-graduação também têm a chance de apresentar trabalhos em congressos e simpósios, bem como a realização de pesquisas com o acervo disponível.

Sobre o laboratório
As atividades do Laboratório de Anatomia Patológica Bucomaxilofacial iniciaram em agosto de 2002, apenas com casos provenientes do próprio curso de Odontologia. Com o passar dos anos, o serviço prestado gratuitamente foi estendendo-se para outros centros de referência, como Hospital Batista Memorial, Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Prefeitura Municipal de Fortaleza e Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) regionais.

Serviço
Laboratório de Anatomia Patológica Bucomaxilofacial da Unifor
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, de 7h às 17h
Local: Clínica de Odontologia Unifor – Bloco O – Av. Washington Soares, 1321 – Edson Queiroz
Telefone: (85) 3477-3211



Source link

Dentista-543x289.jpg

Universidade Católica de Brasília oferece tratamento dentário de … – Metrópoles


O curso de Odontologia da Universidade Católica de Brasília (UCB) recebe, nos dias 27 e 28 de abril, o programa Dentista do Bem, da Oscip Turma do Bem. Nesses dois dias, serão selecionadas centenas de jovens de baixa renda para receber tratamento odontológico gratuito.

A ação, resultado da parceria entre Oral-B e Turma do Bem, acontecerá simultaneamente em mais de 300 municípios do Brasil, em outros 10 países da América Latina e em Portugal. A expectativa é de que milhares de jovens façam triagem nesse dia.

Para participar, é preciso ter entre 11 e 17 anos, estar acompanhado de um responsável e portar RG, comprovante de residência e de matrícula em escola pública.

“Um adolescente que não tem possibilidade de ir ao dentista e de cuidar da boca, será um adulto infeliz”, diz professor da UCB e coordenador regional voluntário da Turma do Bem, Eric Franco.

No Brasil, segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), 20 milhões de brasileiros nunca foram ao dentista e 68% não sabem que têm direito a tratamento odontológico público. Para Franco, esse cenário é resultado de um descaso histórico com a odontologia. “As pessoas continuam sofrendo para ir ao dentista.”

De acordo com ele, o processo de triagem é simples, rápido e não invasivo: o dentista faz um exame visual e preenche uma ficha com dados sobre a saúde bucal e a condição socioeconômica da família.

Após esse processo, é elaborado um dossiê de cada criança e adolescente com a ficha de avaliação, uma cópia do comprovante de residência e a autorização dos pais ou responsáveis para que o tratamento seja realizado.

A seleção é feita por meio da aplicação de um índice de prioridade, que beneficia as crianças e os adolescentes mais pobres, com problemas bucais mais graves e os mais velhos, que estão mais próximos do primeiro emprego.

Cada selecionado recebe uma carta com o nome e o endereço do dentista voluntário que será responsável pelo seu tratamento. Para facilitar o acesso, a Turma do Bem encaminha o beneficiário para o consultório mais próximo da sua residência.

Serviço:
UCB será sede da quarta edição da Maior Triagem Odontológica do Mundo
Local: Campus I da Universidade Católica de Brasília
Endereço: QS 07, Lote 01, EPCT, Taguatinga, Bloco S
Horário: Das 9h às 13h30
Data: dias 27 e 28 de abril de 2017

 



Source link

turma.jpg

Doze cidades de SC terão triagem para tratamento odontológico … – Globo.com


Seleção de pacientes entre 11 e 17 anos ocorre nesta sexta-feira (28).

Triagem para tratamento odontológico acontece em 12 cidades catarinenses (Foto: Divulgação)Triagem para tratamento odontológico acontece em 12 cidades catarinenses (Foto: Divulgação)

Triagem para tratamento odontológico acontece em 12 cidades catarinenses (Foto: Divulgação)

Adolescentes entre 11 e 17 anos podem participar nesta sexta-feira (28) de mutirões de triagem para concorrer a atendimento odontológico gratuito em 12 cidades catarinenses. Em três delas, o evento é aberto à participação da comunidade. Em outros nove municípios, a seleção ocorre somente entre alunos de escolas públicas pré-estabelecidas.

Conforme a organização, o jovem deve ir ao local acompanhado de um responsável e levar RG, comprovante de residência e de matrícula em escola pública. O dentista fará um exame visual da condição bucal e haverá uma avaliação da condição socioeconômica da família.

Os selecionados serão atendidos posteriormente por dentistas voluntários, nos próprios consultórios. O tratamento ocorre até o paciente completar 18 anos, com cobertura de diversos serviços, como radiografias, ortodontia, próteses e implantes.

O programa Dentista do Bem, da OSCIP da Turma do Bem, é voltado a jovens de baixa renda. Conforme a organização, 68 mil jovens e 750 mulheres vítimas de violência doméstica já foram atendidos pelo programa em todo o mundo.

Confira os locais de triagem

  • Florianópolis – E.B.M. Prof. Anísio Teixeira, na Rua João Câncio Jacques, 1461. Costeira do Pirajubaé – das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30
  • Criciúma – Parque das Nações Cincinato Naspolini, na Av. Centenário, S/N. Próspera – das 14h às 19h.
  • Joinville – Sesc Comunidade Joinville, na Rua Alvin Pasold, S/N. Vila Nova – das 9h às 17h

Apenas para alunos das seguintes escolas:

  • Araranguá – CAM Centro de Aprendizagem Murialdo, na Av. Sete de Setembro, 2438. Centro. Às 9h
  • Blumenau – EEF José Vieira Cortê, na Rua Udo Schadrack, 41. Progresso. Às 8h
  • Bombinhas – Cdl Bombinhas, na Rua Baleia Jubarte, 242. José Amandio. Às 14h
  • Campos Novos – E.M.E.F. Novos Campos, na Rua Assis Camargo,1099. Boa Vista Cohab. Às 9h
  • Fraiburgo – Centro Educacional São Sebastião, na Rua Valter Schali, s/n. Jardim São Sebastião. das 9h às 17h
  • Gravatal – EEB Hercílio Bez, na Avenida Pedro Zapelini, s/n. Bairro Termas. Período da manhã
  • Itajaí – Escola Básica Gaspar da Costa Moraes, na Av. Osvaldo Reis, 54. Fazenda.
  • Palhoça – Escola Estadual Governador Ivo Silveira, na Av. Barão do Rio Branco, 96. Centro. Às 9h
  • Seara – Escola Lira Camila Petri, na Rua Xanxerê, 12. Bela Vista.



Source link

img_7021.jpg

Dentistas fazem mutirão gratuito para atender crianças com … – Globo.com


Serviço será prestado nesta terça-feira (25) na clínica da Universidade Maurício de Nassau, nas Graças, na Zona Norte do Recife, das 8h às 11h e das 13h às 16h.

Bebê com microcefalia (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)Bebê com microcefalia (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

Bebê com microcefalia (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

A clínica-escola de odontologia do Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau) realiza, nesta terça-feira (25), um mutirão gratuito para beneficiar crianças com microcefalia. A terceira edição do Projeto Sorriso Especial terá atendimento das 8h às 11 e das 13h ÀS 16h, no Bloco D da instituição de ensino superior, na Rua Joaquim Nabuco, nas Graças, Zona Norte do Recife.

Os meninos e meninas contarão com atendimento odontológico, incluindo aplicações de flúor e exames clínicos. O mutirão é voltado paras a crianças já acompanhadas pelos dentistas. O serviço será realizado por ordem de chegada. Os bebês são acompanhados pelos profissionais com intervalo de seis meses.

Os pais ou responsáveis e as crianças que não estiveram nas etapas anteriores poderão participar desta edição. Para ser contemplado basta ir até a clínica-escola. O mutirão prevê também palestras educativas.

Na primeira etapa, o projeto ofertou aos bebês com microcefalia exames clínicos, radiográficos e aplicações tópicas de flúor. Na segunda edição, ocorreu a continuidade no atendimento com a realização de exames clínicos, avaliação da cavidade bucal e o crescimento e desenvolvimento dos bebês. Além disso, os responsáveis pelas crianças receberam um reforço nas orientações sobre a prevenção de doenças bucais.

De acordo com a odontopediatra Ana Carolina Leitão, responsável pela Clínica Odontológica de Atenção à Criança e Adolescente da universidade, o atendimento odontológico deve acontecer por fases do ciclo biológico.

Ela explica que em cada etapa do desenvolvimento físico e psicológico, a criança apresentará diferentes necessidades bucais. O ponto principal do atendimento é evitar doenças e alterações.



Source link

8cdc7a9d1e72b922cf15040ad5b79ed0.jpg

Palmeirais: odontologia móvel completa um mês – Cidadeverde.com



A coordenação de saúde bucal iniciou há um mês um projeto inovador em Palmeirais: um consultório  itinerante, que percorre as comunidades que não possuem atendimento odontológico. A unidade  móvel já percorreu as comunidades Capumbas, Nova Esperança, São Joaquim e Cruzinhas, somando 258 atendimentos. 

Dentro da unidade, os pacientes têm acesso a exodontias, raspagens, profilaxia, aplicação de flúor, restaurações de resina, aplicação de selantes, além de   orientações  sobre saúde bucal   e palestras educativas.

De acordo com a coordenadora de saúde bucal em Palmeirais, Heloísa Helena, um novo calendário de atendimentos será  divulgado para os próximos meses de atuação da  unidade. 

A van conta com um consultório odontológico completo que oferece a mesma capacidade de atendimento de um consultório  tradicional, contendo cadeira , raio-x, autoclave para esterilização do material, além de equipamentos dentários para o uso dos profissionais. O atendimento é realizado por um cirurgião-dentista e um auxiliar de saúde bucal. 

O prefeito Reginaldo Júnior comemora os resultados dos atendimentos  . “Descentralizar a saúde  bucal é importante porque leva um dentista para aquelas comunidades não tem atendimento. Com isso, as pessoas não precisam se deslocar até a cidade. Esse serviço será contínuo e todas as comunidades vão receber  a visita do dentista de acordo com a sua demanda”, destaca o prefeito.

Fonte: Ascom



Source link