logo-300x300.jpg

Estomatite aftosa recorrente: doença incomoda principalmente … – Paranashop


Estomatite aftosa recorrente é o nome de uma doença comum, que acomete a cavidade oral, e atinge principalmente jovens entre 10 e 19 anos – embora possa surgir em qualquer fase da vida de um indivíduo, inclusive em bebês. Trata-se de uma condição muito dolorosa, já que há presença de múltiplas aftas na mucosa interna da boca – o que impede o paciente de se alimentar adequadamente e, em alguns casos, costuma favorecer episódios de febre. O período mais crítico costuma durar entre sete e dez dias.

 

Apesar de ser muito comum, as causas da estomatite ainda são incertas. Por isso, o tratamento visa ao alívio do paciente no que se refere à dor, bem como tentar aumentar os períodos livres da doença e acelerar o processo de cura das aftas. De acordo com Luiz Alexandre Thomaz, professor de pós-graduação em Estomatologia e Patologia Bucal da FAOA – Faculdade de Odontologia da APCD (Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas), a estomatite pode resultar de fatores genéticos, bem como da deficiência de ferro, vitamina B12 e ácido fólico. Também pode ser causada por estresse, traumas, doença celíaca e uso de determinados medicamentos.

 

“As aftas, ou úlceras, se formam geralmente na mucosa da face interior dos lábios e da bochecha, bem como na língua, na parte posterior do céu da boca e inclusive no começo da garganta. São pequenas, rasas, arredondadas, e têm coloração amarelo-acinzentada com bordas vermelhas. Num quadro de estomatite aftosa, é comum que se formem grupos de três ou quatro úlceras por local. Apesar de desaparecerem entre dez dias e duas semanas, o paciente precisa contar com um cirurgião-dentista para que, depois do diagnóstico, possa ter algum alívio ao incômodo intenso. Além de analgésicos e antitérmicos, o especialista poderá prescrever corticosteroides tópicos, medicamentos para fortalecer o sistema imunológico, além de enxaguantes bucais que ofereçam algum alívio à dor. Há pacientes que podem se beneficiar inclusive da suplementação com vitaminas B1, B2, B6 e B12, além de ácido fólico ou ferro”, diz Thomaz.

 

O especialista afirma que, como a produção de saliva protege a mucosa oral, a síndrome de boca seca (xerostomia) é outro fator que predispõe à estomatite. Sendo assim, pessoas com mais de 60 anos – que geralmente produzem metade da saliva de um jovem – têm de estar atentas para o surgimento de aftas recorrentes. Em determinados casos, seu médico poderá promover a substituição de um medicamento por outro, que não predisponha o paciente às inflamações e ulcerações bucais. Pessoas que fizeram quimioterapia, bem como portadores do vírus HIV (Aids), também têm risco aumentado para estomatite. “É sempre muito importante que pacientes que sofrem de estomatite aftosa recorrente sejam acompanhados por uma equipe multidisciplinar, já que essa condição é influenciada por vários fatores, às vezes associados a outras doenças. De todo modo, em mais de 40% dos casos, fatores genéticos estão envolvidos”.

 

Fonte: Prof. Dr. Luiz Alexandre Thomaz, professor de pós-graduação em Estomatologia e Patologia Bucal da FAOA – Faculdade de Odontologia da APCD (Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas) – www.faoa.edu.br

amanda.cristina@presspagina.com.br



Source link

Falso dentista é detido em consultório no Centro – A Voz da Serra (Blogue)


Um homem de 41 anos foi detido na tarde desta sexta-feira, 9, acusado de exercer ilegalmente a profissão de dentista em Nova Friburgo. Ele foi abordado por um fiscal do Conselho Regional de Odontologia (CRO-RJ), em parceria com policiais militares, no consultório onde atuava na Praça Getúlio Vargas (em cima da padaria Pão da Praça).

“Ele não tem formação em odontologia. É formado em prótese dentária. Ele não foi flagrado atuando como dentista, mas nós encontramos no consultório fichas de pacientes e estava agendada uma consulta com ele nesta tarde”, disse o coordenador do CRO-RJ na cidade, Antonio Ricardo Borges de Olival.

O falso dentista foi detido depois que o setor de fiscalização do CRO-RJ recebeu uma denúncia. O homem foi levado para a 151ª DP, onde foi autuado por exercer a profissão de dentista sem autorização legal, conforme o artigo 282 do Código Penal. Ele pagou fiança e vai responder o processo em liberdade.



Source link

20170619102844210862o.jpg

UFMG usa redes sociais para ajudar profissionais da odontologia – Revista Encontro (sátira) (liberação de imprensa) (Assinatura) (Blogue)


Pixabay
(foto: Pixabay)

Professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) esto levando conhecimento por meio das redes sociais para dentistas, estudantes e outros profissionais ligados odontologia. Trata-se de uma ideia simples que vem transformando o atendimento odontolgico em pequenas cidades. Eles apresentam, semanalmente, um programa temtico, ao vivo, com a presena de um convidado de destaque na rea.

A iniciativa, que teve origem em 2015 e ganhou o nome de TV Dental News, j conta com mais de 6,6 mil inscritos no YouTube. As transmisses ocorrem sempre s segundas-feiras, s 20h. Espectadores podem fazer perguntas e interagir com o convidado. Tambm possvel acessar programas antigos.

O coordenador do projeto, Rodrigo Richard da Silveira, explica que o pblico-alvo composto sobretudo por profissionais que atuam em cidades com pouca estrutura e longe de centros de conhecimento. Eles podem tirar dvidas que auxiliem o trabalho cotidiano. No entanto, qualquer pessoa pode acessar as transmisses. Desde que o projeto foi criado, os programas j foram assistidos por internautas em 111 pases.

Os programas podem ser assistidos pela internet . ” uma forma de fazer esse conhecimento em odontologia, que vem sendo produzido nas instituies acadmicas, chegar l na ponta. Mas ele pode servir tanto para capacitar profissionais, quanto para auxiliar estudantes em seu aprendizado”, explica Rodrigo Silveira.

Para ele, a tecnologia traz inmeras possibilidades de difundir o conhecimento. “Desenvolver ferramentas de interao com um pblico cada vez mais habituado ao mundo digital um dos maiores desafios atuais da docncia. As geraes que esto chegando agora universidade, por exemplo, j nasceram na era da internet. E os novos profissionais que se formam fazem bastante uso de ferramentas tecnolgicas”, acrescenta o coordenador. Ele acredita que h muitas possibilidades de uso da tecnologia que no demandam alto investimento e iniciativas de baixo custo podem gerar resultado positivo.

As transmisses da TV Dental News tiveram grande importncia para o trabalho de Dayanne Pedrosa Mesquita, dentista em Vespasiano, Minas Gerais. “Eu trabalho com cirurgia oral menor e o programa sobre terapia medicamentosa me ajudou a ver solues para casos simples e graves. Foi de grande valia para os procedimentos que realizo no consultrio”, comenta Dayanne.

Um exemplo citado pela dentista mineira de um paciente que havia extrado um dente com outro profissional e estava se queixando de muita dor. “Sugeri a mudana dos medicamentos justamente porque o programa dedicou uma parte do tempo para falar sobre as dores agudas. E realmente consegui solucionar o problema”, diz a especialista.

com Agncia Brasil)



Source link

Projeto da UFMG usa redes sociais para capacitar dentistas do … – Istoe


Professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) estão levando conhecimento, por meio das redes sociais, para dentistas, estudantes e outros profissionais ligados à odontologia. Trata-se de uma ideia simples que vem transformando o atendimento odontológico em pequenas cidades. Eles apresentam semanalmente um programa temático, ao vivo, com a presença de um convidado de destaque na área.

dentista

UFMG usa redes sociais para capacitar dentistas do interior do paísArquivo/Valter Campanato/Agência Brasil

A iniciativa, que teve origem em 2015 e ganhou o nome de TV Dental News, já conta com mais de 6,5 mil inscritos. As transmissões ocorrem sempre às segundas-feiras, às 20h. Espectadores podem fazer perguntas e interagir com o convidado. Também é possível acessar programas antigos.

O coordenador do projeto, Rodrigo Richard da Silveira, explica que o público-alvo é composto sobretudo por profissionais que atuam em cidades com pouca estrutura e longe de centros de conhecimento. Eles podem tirar dúvidas que auxiliem o trabalho cotidiano. No entanto, qualquer pessoa pode acessar as transmissões. Desde que o projeto foi criado, os programas já foram assistidos por internautas em 111 países.

Os programas podem ser assistidos pela internet . A próxima edição, que ocorrerá amanhã1(9), tratará dos traumatismos dentários, uma das causas mais comuns de procura dos serviços de pronto-atendimento odontológico.

“É uma forma de fazer esse conhecimento em odontologia, que vem sendo produzido nas instituições acadêmicas, chegar lá na ponta. Mas ele pode servir tanto para capacitar profissionais, quanto para auxiliar estudantes em seu aprendizado”, explica Rodrigo.

Para ele, a tecnologia traz inúmeras possibilidades de difundir o conhecimento. “Desenvolver ferramentas de interação com um público cada vez mais habituado ao mundo digital é um dos maiores desafios atuais da docência. As gerações que estão chegando agora à universidade, por exemplo, já nasceram na era da internet. E os novos profissionais que se formam fazem bastante uso de ferramentas tecnológicas”, acrescenta. Ele acredita que há muitas possibilidades de uso da tecnologia que não demandam alto investimento e iniciativas de baixo custo podem gerar resultado positivo.

As transmissões da TV Dental News tiveram grande importância para o trabalho de Dayanne Pedrosa Mesquita, dentista em Vespasiano (MG). “Eu trabalho com cirurgia oral menor e o programa sobre terapia medicamentosa me ajudou a ver soluções para casos simples e graves. Foi de grande valia para os procedimentos que realizo no consultório”.

Um exemplo citado por Dayanne é de um paciente que havia extraído um dente com outro profissional e estava se queixando de muita dor. “Sugeri a mudança dos medicamentos justamente porque o programa dedicou uma parte do tempo para falar sobre as dores agudas. E realmente consegui solucionar o problema.”

O projeto também ajudou Nora Lúcia Coelho, de 53 anos, moradora de Cotia (SP). Policial civil e bacharel em ciências jurídicas, ela decidiu, nos últimos anos, cursar odontologia e está agora terminando a faculdade. “Eu assisti a uma palestra sobre oclusão. É um assunto que eu detestava. Mas a aula da TV Dental News foi maravilhosa. Penso até em aprofundar o tema”, contou ela, que já planeja fazer uma especialização na Universidade de São Paulo (USP).



Source link

Projeto da UFMG usa redes sociais para capacitar dentistas do … – Aquidauana News


Professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) esto levando conhecimento, por meio das redes sociais, para dentistas, estudantes e outros profissionais ligados odontologia. Trata-se de uma ideia simples que vem transformando o atendimento odontolgico em pequenas cidades. Eles apresentam semanalmente um programa temtico, ao vivo, com a presena de um convidado de destaque na rea.

A iniciativa, que teve origem em 2015 e ganhou o nome de TV Dental News, j conta com mais de 6,5 mil inscritos. As transmisses ocorrem sempre s segundas-feiras, s 20h. Espectadores podem fazer perguntas e interagir com o convidado. Também é possvel acessar programas antigos.

O coordenador do projeto, Rodrigo Richard da Silveira, explica que o pblico-alvo é composto sobretudo por profissionais que atuam em cidades com pouca estrutura e longe de centros de conhecimento. Eles podem tirar dvidas que auxiliem o trabalho cotidiano. No entanto, qualquer pessoa pode acessar as transmisses. Desde que o projeto foi criado, os programas j foram assistidos por internautas em 111 pases.

Os programas podem ser assistidos pela internet . A prxima edio, que ocorrer amanh1(9), tratar dos traumatismos dentrios, uma das causas mais comuns de procura dos servios de pronto-atendimento odontolgico.

“É uma forma de fazer esse conhecimento em odontologia, que vem sendo produzido nas instituies acadmicas, chegar l na ponta. Mas ele pode servir tanto para capacitar profissionais, quanto para auxiliar estudantes em seu aprendizado”, explica Rodrigo.

Para ele, a tecnologia traz inmeras possibilidades de difundir o conhecimento. “Desenvolver ferramentas de interao com um pblico cada vez mais habituado ao mundo digital é um dos maiores desafios atuais da docncia. As geraes que esto chegando agora universidade, por exemplo, j nasceram na era da internet. E os novos profissionais que se formam fazem bastante uso de ferramentas tecnolgicas”, acrescenta. Ele acredita que h muitas possibilidades de uso da tecnologia que no demandam alto investimento e iniciativas de baixo custo podem gerar resultado positivo.

As transmisses da TV Dental News tiveram grande importncia para o trabalho de Dayanne Pedrosa Mesquita, dentista em Vespasiano (MG). “Eu trabalho com cirurgia oral menor e o programa sobre terapia medicamentosa me ajudou a ver solues para casos simples e graves. Foi de grande valia para os procedimentos que realizo no consultrio”.

Um exemplo citado por Dayanne é de um paciente que havia extrado um dente com outro profissional e estava se queixando de muita dor. “Sugeri a mudana dos medicamentos justamente porque o programa dedicou uma parte do tempo para falar sobre as dores agudas. E realmente consegui solucionar o problema.”

O projeto também ajudou Nora Lcia Coelho, de 53 anos, moradora de Cotia (SP). Policial civil e bacharel em cincias jurdicas, ela decidiu, nos ltimos anos, cursar odontologia e est agora terminando a faculdade. “Eu assisti a uma palestra sobre ocluso. É um assunto que eu detestava. Mas a aula da TV Dental News foi maravilhosa. Penso até em aprofundar o tema”, contou ela, que j planeja fazer uma especializao na Universidade de So Paulo (USP).



Source link